Home
Ações integradas que visam contribuir para identificação, fortalecimento e divulgação de grupos e instituições que trabalham com arte e cultura, envolvendo jovens brasileiros,
com foco na transformação social.
Resultados de São Paulo

O mapeamento em São Paulo foi uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, por meio de sua Coordenadoria de Juventude. Reuniu, de maio a outubro de 2009, 15 jovens pesquisadores e 2 coordenadores locais que, ao longo de cinco meses, descobriram e registraram grupos e projetos sociais com arte e cultura, voltados ou liderados por jovens abrangendo as 15 regiões administrativas do estado.

Como parte do mapeamento, 10 iniciativas em 10 diferentes cidades paulistas receberam a visita da fotógrafa Carol Quintanilha para registrar o trabalho realizado. As imagens, além de compor um acervo para os grupos fazem parte da publicação com os resultados do mapeamento no estado, a Revista Mapa da Mina.

Veja aqui os indicadores do Estado de São Paulo



Realização

Juventude SP Prefeitura de São Paulo

As parcerias

A pesquisa teve a parceria das prefeituras de Ribeirão Preto, Sorocaba, São Vicente e Sertãozinho, que cederam espaço com computador, internet e telefone para os jovens pesquisadores moradores destas cidades. Contou ainda com o apoio do Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ), ligado à prefeitura de São Paulo, e da ONG Cidade Escola Aprendiz, locais de referência para a juventude paulistana. Essas instituições emprestaram seus espaços, computadores e telefones aos 11 pesquisadores sediados na capital.

Logo Aprendiz Logo CCJ Prefeitura de Ribeirão Preto Prefeitura de Sorocaba Prefeitura de São Vicente Prefeitura de Sertãozinho

A equipe

Aprendiz Cajamar Ribeirão Preto São Vicente Sertãozinho Sorocaba Treinamento São Paulo

[Clique nas fotos para ampliá-las]




Coordenação
CEPP | Angela Nogueira  
  Local | Marla Andressa de Oliveira Santos  
28 anos, coordenadora da equipe de jovens pesquisadores localizada no CCJ. É educadora, pós-graduada em Psicologia e mestre em Sociologia da Educação. Atuou como coordenadora da equipe alocada no Centro Cultural da Juventude - CCJ.
  Apoio | Wilq Vicente  
25 anos, designer. Faz mestrado em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, foi educador social, atuou em pesquisas, trabalhou com jovens e com arte e cultura. Atuou como coordenador da equipe alocada na Associação Cidade Escola Aprendiz.
Pesquisadores
  Adriana dos Santos Ferreira  
16 anos, estudante. É freqüentadora assídua do Centro Cultural da Juventude (CCJ), participou do Programa Fábrica de Culturas e integra o grupo Embatucadores.
  Greicy Karla Faria  
18 anos, estudante. Participou de cursos sobre arte na Associação Cidade Escola Aprendiz e tem experiência profissional em artes e moda.
  Hebert Alves Senna  
17 anos, estudante. Trabalha na Associação Cidade Escola Aprendiz desde 2005.
  Israel Francisco do Nascimento Neto  
22 anos, educador social e articulador do grupo Literatura Suburbana, coletivo cultural que faz shows, oficinas, palestra, hip hop, literatura periférica e ensino étnico-racial. Foi da equipe do CCJ.
  Jean Tadeu de Mello Silva  
25 anos, estudante de psicologia. É estagiário na Associação Cidade Escola Aprendiz, trabalhou com movimentos sociais, no núcleo de trabalhos comunitários da PUC-SP e participou de eventos ligados ao tema da inclusão social. Tem experiência profissional em ONGs, no desenvolvimento de projetos sociais, nos movimentos negro e de hip-hop.
  Karen Rego  
22 anos, participou do grupo de teatro Cia Meses e integra o grupo de dança Corpo em Rito. Foi da equipe alocada no CCJ.
  Leandro Gomes de Paula  
21 anos, estudante de Direito e Filosofia, vive em Ribeirão Preto e faz estágio no Programa Ribeirão Jovem, da prefeitura.
  Luciano Frontelle de Paula Filho  
19 anos, vive em Sorocaba (SP) e participou de grêmios estudantis, fóruns e conselhos municipais de jovens, entre outras iniciativas e faz parte da Banda Marcial da cidade.
  Marcio José Moreno  
26 anos, estudante de jornalismo. É ator e participa do Saci – Sócio Alternativo Cinema Independente -, que exibe curtas nas periferias de São Paulo. O objetivo do grupo é “tentar mudar a forma de ver a produção áudio-visual”. Foi da equipe da Associação Cidade Escola Aprendiz.
  Rimenna Procópio Preto  
25 anos, formada em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Realizou trabalhos em produção de espetáculos, inclusive na IV Mostra Latino-americana de Teatro de Grupo em São Paulo. Atuou como atriz em diversos espetáculos e vídeos. Integra, desde 2007, o Grupo Gaya de Teatro (SP). Foi da equipe da Associação Cidade Escola Aprendiz.
  Rodrigo Domenico Cezar  
Apelido Dodô, 22 anos. Poeta, trabalha com projetos que envolvem dança e poesia, como o grupo Acid Popper e o Coletivo Literatura Suburbana. Trabalhou na equipe CCJ.
  Rodrigo Felipe Costa e Oliveira Vieira  
20 anos. Estuda Design Gráfico no Instituto Europeo de Design, fez cursos nas áreas de informática, design e artes, trabalhou na Associação Cidade Escola Aprendiz como assistente de educador. Faz intervenções urbanas e é parte do coletivo Feito, de jovens artistas urbanos.
  Talita Leôncio  
19 anos, estudante. Moradora de São Vicente, participa de diversas atividades e movimentos culturais na cidade.
  Tiago Araújo Chaves  
21 anos, morador de Sertãozinho. Técnico em gestão empresarial com ênfase em marketing. Participa de grupos de dança, teatro e música.
  Vanice Deise  
24 anos, estudante de Psicologia. Fez estágios na área de gestão escolar e alfabetização no Ensino Fundamental. Foi pesquisadora da equipe CCJ.


Outras regiões: